Login

Rafael Pazos Dias – Aprovado no I Concurso Nacional da Magistratura do Trabalho

Olá,

Meu nome é Rafael Pazos Dias e fui aprovado no I Concurso Unificado para ingresso na Magistratura do Trabalho.

Venho contar um pouco da minha trajetória. Embora vocês já tenham ouvido e lido outras histórias semelhantes, é sempre bom reiterá-las , para que vocês vejam como é possível a realização de seu sonho. Eu mesmo sempre gostava de ler e ouvir histórias de aprovações, pois sempre me dava forças para continuar os estudos, além de ver que era possível.

Minha paixão pela área trabalhista começou ainda na faculdade. Aliás, mesmo antes de ingressar na faculdade, eu já tinha interesse pelas questões trabalhistas. Com o contato com o Direito do Trabalho, vi que realmente era nesse ramo que queria trabalhar.

Após me formar, comecei a estudar para concursos de nível médio/superior com o objetivo de conseguir me dedicar para a magistratura trabalhista. Depois de um tempo, passei em alguns concursos. Após ser nomeado como servidor do TRT 1, parei com os concursos e decidi que apenas faria provas para a magistratura do trabalho.

Assim, em 2013, meu foco passou a ser exclusivamente o meu objetivo final. Fiz exatamente 12 concursos, com eliminações em primeira fase, provas discursivas e sentenças. Muitas tristezas, frustrações… E vocês pensam que nunca batia a vontade de desistir? Mas eu lembrava que eu tinha um sonho e que desistir não era uma opção. Sacudia minha poeira, sentia meu luto e dias depois eu estava de volta aos estudos.

Para esse concurso, senti que era uma grande chance. Afinal, era um concurso grande e que aprovaria muitos candidatos.

Quando veio a aprovação para a prova oral, tive uma mistura de alegria e apreensão. Afinal, como estudar? O que fazer? Tinha muitas preocupações e não sabia nem por onde começar. Bateu uma insegurança do tipo “eles irão descobrir que sou uma fraude”. Mas eu também pensava: “ Po, cheguei até aqui. Tenho algum valor”.

E procurei auxílio e conselhos de pessoas amigas e experientes, que me ajudaram nessa caminhada.

Fiz muitos simulados. Muitos.  Sem sombras de dúvidas, o Preparo Jurídico foi imprescindível nessa etapa. Professores atenciosos e capacitados. Ótima estrutura, com fonoaudióloga e psicóloga, que davam dicas, orientações, ajudando, inclusive, na parte psicológica do candidato. A parte administrativa, por sua vez, empenhada em garantir o bem estar de todos e solícita todas as vezes em que precisei. Não tenho palavras para agradecer todo o conhecimento transmitido. Levarei para o resto da vida.

Até que chegou o dia. Cheguei com 3 dias de antecedência e parei de estudar para descansar a mente e ter gás nas 24 horas. É normal a tensão. Mas, nas 24h, você não vê o tempo passando de tão focado que está. Muito importante levar amigos como “anjos”, que ajudarão nos estudos. Pode não parecer, mas eles foram peças imprescindíveis nesse momento. E, graças a Deus, deu tudo certo.

Estudei muito. Muito. Não deixei de viver. Continuei com minha vida social, fazendo minhas atividades físicas (perto das provas, eu dava uma reduzida). E persisti. Encarei meu medo. Espantei meus fantasmas. Abracei meu sonho como se fosse um filho. E, garanto, valeu cada segundo.

Não desista. Siga em frente. Você é do tamanho de seus sonhos.

Um grande abraço.

Rafael Pazos Dias Aprovada no I Concurso Nacional da Magistratura do Trabalho

Preparo Jurídico 2012-2019 CNPJ 17.084.865/0001-86 Todos os direitos reservados. All rights reserveds